100 Textos por César Borissi.

Contos e poesias.

Electric Sheeps

Cansado,deito na cama
sem saber se sou capaz
de dormir. Meus olhos
a movimentarem-se ao
passo que surge aquilo
que talvez possa vir ser
chamado de sonho…

– criaturas correm em direção à cerca elétrica,
movimentos pré-programados à impulsionarem-
nas sobre o obstáculo, molas e amortecedores em
seus pés, balindo, de forma máquinal, seus béééééées
eletrônicos vindos das caixas de som em suas gargantas,
olhos – lentes digitais recordando o instante em full-hd,
pelos frios e sintéticos de um ser que existe em um tempo
em que não há mais vida que seja natural…-

Desperto na manhã seguinte
do sonho inquietante vendo-me
transformado nesta criatura
monstruosa, percebendo enfim
que eu sempre à fui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 3 de dezembro de 2015 por em Poesias e marcado , , .
%d blogueiros gostam disto: