100 Textos por César Borissi.

Contos e poesias.

Prenuncio do Temporal

O vento ruge ao escurecer
dos céus. A humanidade se
recolhe apressada em suas
tocas, em raro momento de
consciência da sua pequenez
perante a natureza. Tudo é
lindo, como o fim

pode ser.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 12 de dezembro de 2015 por em Poesias, Uncategorized e marcado , .

Navegação

%d blogueiros gostam disto: